dieta-para-diabéticos

Uma das grandes dificuldades que enfrentam pessoas diabéticas é saber O que pode comer um diabético. Segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) cerca de 12 milhões de brasileiros sofrem com diabetes que é uma doença crônica, a qual se deve tratar constantemente para mantê-la controlada. O tratamento para diabetes, contudo, não feito baseado apenas em medicamentos ou na aplicação de insulina, mas também por meio de um controle alimentar bastante específico e é esta a importância de seguir a dieta para diabéticos.

Mas como saber O que não pode comer um diabético e o que ele pode comer sem preocupação? Embora pareça, o cardápio para diabeticos não precisa ser tão restritivo. Esta é a ideia inicial que temos, mas ao contrário do que imaginamos, este é um cardápio que pode ser bastante variado desde que inclua alimentos naturais que mantenham estabilizados os níveis glicêmicos.

Pontos importantes da dieta

cardápio-para-diabético
  • Não pular o café da manhã – Para seguir corretamente a dieta para diabeticos tipo 2 e demais tipos da diabete mellitus, pessoas com esse problema, devem tratar de não pular nenhuma das refeições diárias. A principal delas é o café da manhã que ajuda a manter a saciedade durante o dia, evitando o ganho de peso.
  • Diabético pode comer banana? – A dieta para diabéticos tipo 2 também inclui a banana. Fruta rica em fibras, potássio, minerais e magnésio, o consumo de banana deve ser feito adequadamente dentro das medidas indicadas por um nutricionista, de forma que não desequilibre a dieta.
  • O diabético assim como qualquer pessoa que queira alimenta-se adequadamente, deve optar por refeições fracionadas, onde se come menores quantidades, mais vezes ao dia. Isto evitará o descontrole dos níveis de açúcar no sangue.
  • Evitar o consumo excessivo de sal. O sódio presente no sal, contribui para o aumento da pressão arterial.
  • Ao invés de frituras, prefira alimentos assados ou grelhados e anote uma coisa importante: Nem todos os alimentos dietéticos estão liberados para diabéticos. Alguns destes alimentos contém altos índices de carboidratos, assim é recomendável que um nutricionista avalie antes do consumo.
  • As frutas estão liberadas desde que naturais e o ideal é optar por aquelas que são menos calóricas. Prefira o consumo da freta mesmo ao invés de sucos, já que as fibras presentes são responsáveis por ajudar a diminuir a absorção do açúcar pelo organismo.
  • Leite desnatado é mais recomendável que o leite integral, por conter menor índice de gordura.

Porque seguir uma dieta corretamente?

o-que-pode-comer-um-diabético

Diabéticos devem estar sempre atentos aos seu hábitos alimentares já que o agravamento da doença pode resultar em consequências muito maiores. Dentre as complicações o diabético pode ficar cego, ter lesões renais, doenças cardíacas e neuropatias diabéticas. Por esta razão, se diagnosticado com chances de ter diabetes ou se a doença já é fato em vivido por familiares, você deve se prevenir fazendo a dieta para pré-diabéticos.

Além de seguir uma dieta para diabeticos tipo 1, o paciente com este tipo da doença deve manter hábitos saudáveis para melhorar a sua qualidade de vida. Além de buscar conhecimento sobre a doença, adotar hábitos saudáveis são também importantes para controla a diabetes. Fazer um acompanhamento dos valores glicêmicos e a prática de atividades físicas.

A dieta para diabéticos tipo 1 e para diabéticos do tipo 2 é basicamente a mesma, em ambas é de extrema importância que o médico seja consultado para porque desenvolverá um cardápio exclusivo, baseado na orientação nutricional para diabetes mellitus.

Veja o que está liberado na dieta para diabéticos:

alimentação-saudável
  • Batata doce, alimento cujos carboidratos são absorvidos mais lentamente pelo organismo. Ela possui baixo índice glicêmico.
  • Canela ajuda a acelerar o metabolismo e com isso auxilia na perda de peso. Ela ainda ajuda a diminuir o colesterol ruim (LDL)
  • grãos integrais;
  • Aveia;
  • Leguminosas;
  • Gorduras saudáveis – Alimentos como nozes, abacate, coco, castanhas e azeite de oliva. Estes são alimentos bastante calóricos que devem ser consumidos moderadamente. Fontes de ômega 3 e ácidos graxos, as gorduras saudáveis são fontes de energia na dieta para diabeticos.

Pacientes diabéticos que têm a síndrome de fome noturna correm o risco de colocarem abaixo, os resultados de suas dietas ainda que tenham um cardápio exclusivo e que sigam corretamente, receitas para diabéticos. São os casos de pacientes que têm ansiedade e em grande parte dos casos elas precisam ser hospitalizadas para conseguirem manter os valores glicêmicos aceitáveis.

A importância de um diabético se alimentar bem

Conseguir manter uma dieta específica para diabético é um tanto importante já que o tratamento para diabetes está diretamente ligado à alimentação e ao uso da insulina, o que pode interferir e muito no peso da pessoa.

Conviver com o diabetes é possível, mas os níveis glicêmicos devem estar sempre muito bem controlados, afim de evitar as complicações da diabetes. Dentre as complicações, pacientes com diabetes do tipo 2 tendem a terem problemas com ansiedade e a síndrome da fome noturna que é caracterizada pela falta de apetite de manhã, falta de sono e fome à noite, onde este mesmo paciente pode vir a comer por impulso.